Capacidades e Vulnerabilidades dos Exércitos no Combate à Pandemia

o estudo de caso do Exército Português

Palavras-chave: COVID-19, Exército Português, Apoio logístico, Proteção civil

Resumo

Esta pesquisa visa aprofundar a resposta do Exército Português à pandemia de coronavírus, com um foco direcionado para o apoio logístico prestado. A abordagem metodológica adotada abrangeu a realização de três estudos de caso em distintos países, incluindo Portugal, com semelhanças na doutrina logística aplicada. A metodologia compreendeu uma estratégia de pesquisa qualitativa que combinou revisão de literatura especializada com entrevistas realizadas junto das entidades envolvidas no suporte logístico providenciado pelo Exército Português. Os principais resultados obtidos apontam para a necessidade de uma maior coordenação dos esforços por parte do Exército Português, identificando-se igualmente potencialidades e vulnerabilidades significativas na sua resposta durante a pandemia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ACÁCIO, I.; PASSOS, A. M. The militarization of responses to COVID-19 in Democratic Latin America. Revista de Administração Pública, v. 55, n. 1, p. 261–271, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0034-761220200475.

AVELAR, O. J. M. Modernização do sistema logístico do Exército e o impacto das novas tendências emergentes. 2022. Trabalho de Investigação Individual do CPOG. Instituto Universitário Militar. Disponível em: https://hdl.handle.net/10400.26/42415.

BARROSO, L. As “novas operações de apoio à paz”: oportunidade e desafios para Portugal. OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa, 2021. Disponível em: https://hdl.handle.net/11144/4909.

BENTO, J. Metodologia de gestão de projetos aplicado à Lei de Programação Militar – Revisão do modelo de organização. 2019. Trabalho de Investigação Individual do CEMC. Instituto Universitário Militar. Disponível em: https://comum.rcaap.pt/handle/10400.26/34325.

BORUCKA, A.; LAGOWSKA, E. The Role of Polish Armed Forces in the Fight Against Epidemiological Threats ( SARS-Cov-2 ). European Research Studies Journal, v. 23, n. 3, p. 33–46, 2020. Disponível em: https://doi.org/10.35808/ersj/1851.

BRANDÃO, A. P. O nexo segurança externa-interna: da estratégia à operacionalização. OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa, 2022. Disponível em: https://hdl.handle.net/11144/5560

CDC COVID-19 RESPONSE TEAM. Characteristics of health care personnel with COVID-19. United States, February 12–April 9, 2020. Morbidity and Mortality Weekly Report, v. 69, n. 15, p. 477–481, 2020. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7755055.

CHHETRI, R.; POKHREL, S. A Literature Review on Impact of COVID-19 Pandemic on Teaching and Learning. Higher education for the future, v. 8, n. 1, p. 133–141, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.1177/2347631120983481.

COELHO, A. O combate à CoviD-19 no Conceito Estratégico de Defesa Nacional-2013. Revista Militar, v. 72o, 2020.

DING, Y. et al. Smart logistics based on the internet of things technology: an overview. International Journal of Logistics: Research and Applications, v. 0, n. 0, p. 1–23, 2020. Disponível em: https://doi.org/10.1080/13675567.2020.1757053.

DUARTE, S. R.; FIGUEIREDO, L. Metodologia Científica: Um guia prático. Belo Horizonte, 2020.

EME. Publicação Doutrinária do Exército 4-00 Logistica. Lisboa: Exército Português, 2013.

EME. Publicação Doutrinária do Exército 4-46-00 Sistema Logístico do Exército. Lisboa: Exército Português, 2014.

EXÉRCITO PORTUGUÊS. Missão, visão e valores. Disponível em: https://www.exercito.pt/pt/quem-somos/missao. Acesso em: 12 fev. 2023.

FAVINHA, J. A. C. Estudo prospetivo sobre as capacidades de projeção militar. 2016. Trabalho de Investigação Individual do CPOG. Instituto Universitário Militar. Disponível em: https://comum.rcaap.pt/handle/10400.26/17361.

FELICIANO, E. R. O futuro da logística no Exército português: das “grandes reservas” à consolidação de ciclos de aquisições. 2019. Trabalho de Investigação Individual do CEM-C. Instituto Universitário Militar. Disponível em: https://comum.rcaap.pt/handle/10400.26/29686.

FERREIRA, C. Fundo Europeu de Defesa : Desafios e Perspetivas de Integração Nacional. IDN - Revista Nação e Defesa, v. 162, p. 91–114, 2022. Disponível em: https://doi.org/10.47906/ND2022.162.05.

FERREIRA, N. M. G. A criação da “Brigada de Sustentação Logística”. Implicações para o atual sistema logístico do Exército. Contributos para o apoio de serviços em campanha. 2020. Trabalho de Investigação Individual do CEM-C. Instituto Universitário Militar. Disponível em: https://comum.rcaap.pt/handle/10400.26/33093.

GIL, A. Intervenção do exército em situações de risco. Territorium: Revista Internacional de Riscos, p. 235–247, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.14195/1647-7723.

GOMES, G. Entrevista pessoal [Entrevistador: António Ribeiro]. , 2023.

GOMES, R. F. R. C. O poder de Portugal nas relações internacionais : a dimensão militar. 2022. Trabalho de Investigação Individual do CPOG. Instituto Universitário Militar. Disponível em: https://comum.rcaap.pt/handle/10400.26/42411.

GONÇALVES, L. L. A estratégia militar e as relações bilaterais nas Forças Armadas. 2020. Trabalho de Investigação Individual do CPOG. Instituto Universitário Militar. Disponível em: https://comum.rcaap.pt/handle/10400.26/33588.

IBN-MOHAMMED, T. et al. A critical analysis of the impacts of COVID-19 on the global economy and ecosystems and opportunities for circular economy strategies. Resources, Conservation & Recycling, v. 164, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.resconrec.2020.105169.

JUNIOR, W. G. M. A atuação das Forças Armadas portuguesas no combate à Covid-19. Doutrina Militar Terrestre, v. 1, n. 26, p. 112–123, 2021.

LATICI, T. The role of armed forces in the fight against coronavirus. EPRS: European Parliamentary Research Service, 2020.

LOPES, N. F. C.; LOUREIRO, N. A. R. S. A condição militar nas Forças Armadas associada à sua monitorização em Portugal. Revista de Ciências Militares. Instituto Universitário Militar, v. VIII, 2020.

MAITAL, S.; BARZANI, E. The global economic impact of COVID-19: A summary of research. Samuel Neaman Institute for National Policy Research, 2020.

MARKHAM, K. M.; MINTZES, J. J.; JONES, M. G. The concept map as a research and evaluation tool: Further evidence of validity. Journal of Research in Science Teaching, v. 31, n. 1, p. 91–101, jan. 1994. Disponível em: https://doi.org/10.1002/tea.3660310109.

MARQUES, S. Análise do papel das Forças Armadas na resposta nacional a crises complexas. 2021. Trabalho de Investigação Individual do CEM-C. Instituto Universitário Militar. Disponível em: https://comum.rcaap.pt/handle/10400.26/37157.

MARQUES, S. A. V.; GONÇALVES, L. L.; CORREIA, A. J. DE J. N., PINTO, J. R. F. O. R.; LOPES, N. F. C. Dimensão político-legal. J. P. R. MARREIROS (Coord.) in Desafios Estratégicos para Portugal no Pós-Covid-19. Cadernos Do IUM, 43, 11–36, 2020.

MDN. Decreto-Lei n.o 186/2014 de 29 de dezembro. Diário da República, 1.a série — N.o 250, p. 6406–6413, 2014. Disponível em https://diariodarepublica.pt/dr/detalhe/decreto-lei/186-2014-65983263

MDN. Lei Orgânica n.o 2/2019. Diário Da República, 1.a Série — N.o 114, p. 2982–2985, 2019. Disponível em https://diariodarepublica.pt/dr/detalhe/lei-organica/2-2019-122592080.

MDN. O OE2023 por área governativa. Disponível em: https://oe2023.gov.pt/areas-governativas/defesa-nacional/. Acesso em: 22 fev. 2023.

MESTERHÁZY, A. The Role of NATO’s Armed Forces in the COVID-19 Pandemic’. NATO Parliamentary Assembly, 2020.

MOREIRA, A. P. F. A inovação nas Forças Armadas. 2021. Trabalho de Investigação Individual do CPOG. Instituto Universitário Militar. Disponível em: https://comum.rcaap.pt/handle/10400.26/38191.

OMS. Coronavirus disease (COVID-19). Disponível em: https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019. Acesso em: 14 fev. 2023.

PASQUIER, P. et al. How do we fight COVID-19 ? Military medical actions in the war against the COVID-19 pandemic in France. BMJ Mil Health, v. 167, p. 269–274, 2021.

PINTO, L. V. Pensando o conceito estratégico de defesa nacional. OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa, 2022.

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS. Resolução do Conselho de Ministros n.º 19/2013. Conceito Estratégico de Defesa Nacional. Diário da República, 1.a série — N.o 67 — 5 de abril de 2013, 2013.

QUINTO, L. O desenvolvimento cooperativo de capacidades – fontes de financiamento. 2021. Trabalho de Investigação Individual do CEM-C. Instituto Universitário Militar. Disponível em: https://comum.rcaap.pt/handle/10400.26/37147.

QUIVY, R.; CAMPENHOUDT, L. VAN. Manual de Investigação em Ciências Sociais. (2ª ed.). Gradiva. 1995.

RATO, V. et al. Segurança, sustentabilidade e autonomia energética da Europa. IDN Brief, p. 6–7, 2022.

RIBEIRO, A. S. et al. As Forças Armadas e as respostas de emergência a crises complexas : lições aprendidas e desafios. IDN Cadernos, v. 43, 2021.

SANTOS, H. J. P. dos. Conceito Estratégico Nacional : uma necessidade imperiosa. IDN - Revista Nação e Defesa, v. 162, p. 115–128, 2022a. https://doi.org/10.47906/ND2022.162.06.

SANTOS, J. D. dos. Matutinidade e Vespertinidade na capacidade para o trabalho no exército português: estudo exploratório. UBibliorum, 2022b.

SÉNICA, S. CEDN 5.0: modernização, capacitação e prontidão. OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa, p. 7–8, 2022.

SILVA, C. As Informações Militares – Um instrumento de segurança e defesa nacional. 2018. Trabalho de Investigação Individual do CEM-C. Instituto Universitário Militar. Disponível em: https://comum.rcaap.pt/handle/10400.26/23201

TSENG, S.-S. et al. A new approach for constructing the concept map. Computers & Education, v. 49, n. 3, p. 691–707, nov. 2007. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.compedu.2005.11.020.

TURCI, M. A.; HOLLIDAY, J. B.; DE OLIVEIRA, N. C. V. C. A Vigilância Epidemiológica diante do Sars-Cov-2: desafios para o SUS e a Atenção Primária à Saúde. APS EM REVISTA, v. 2, n. 1, p. 44–55, 15 abr. 2020. Disponível em: https://doi.org/10.14295/aps.v2i1.70.

VILELAS, J. Investigação. O processo de construção do conhecimento. Edições Sílabo. 2009. Disponível em https://silabo.pt/wp-content/uploads/9789895610976.pdf.

WILÉN, N. The Military in the Time of COVID-19: Versatile, Vulnerable, and Vindicating. PRISM, v. 9, n. 2, p. 20–33, 2021. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/27008973.

WILLERMAN, M.; MAC HARG, R. A. The concept map as an advance organizer. Journal of Research in Science Teaching, v. 28, n. 8, p. 705–711, out. 1991. Disponível em: https://doi.org/10.1002/tea.3660280807.

WINKELHAUS, S.; GROSSE, E. H. Logistics 4 . 0 : a systematic review towards a new logistics system. International Journal of Production Research, v. 0, n. 0, p. 1–26, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.1080/00207543.2019.1612964.

ZHU, Z.; GAO, X.; CHEN, R. Impact of Covid-19 on Tourism Industry. Proceedings of the 2021 3rd International Conference on Economic Management and Cultural Industry (ICEMCI 2021). Anais...2021. Disponível em: https://doi.org/10.2991/assehr.k.211209.419.

ZIELINSKI, S.; BOTERO, C. M. Beach Tourism in Times of COVID-19 Pandemic: Critical Issues, Knowledge Gaps and Research Opportunities. International Journal of Environmental Research and Public Health, v. 17, n. 19, p. 7288, 6 out. 2020. Disponível em: https://doi.org/10.3390/ijerph17197288.

Publicado
2024-05-14
Como Citar
Ribeiro, A., Gomes, P., & Santos, R. (2024). Capacidades e Vulnerabilidades dos Exércitos no Combate à Pandemia: o estudo de caso do Exército Português. Revista Agulhas Negras, 8(11), 1-23. Recuperado de https://www.ebrevistas.eb.mil.br/aman/article/view/12414
Seção
Artigos Científicos